Trajetória Política

Adeli Sell - Política

Em sua trajetória política, Adeli Sell exerceu quatro mandatos de vereador pelo PT em Porto Alegre. Em 1996, candidatou-se ao parlamento e venceu, reelegendo-se em 2000, 2004 e 2008. Esteve à frente da Secretaria Municipal da Produção Indústria e Comércio (Smic) por 15 meses e presidiu o PT de Porto Alegre por três anos. Foi secretário-adjunto do Gabinete dos Prefeitos. Atualmente, é o subsecretário do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil e responsável pela 37ª Expointer, maior feira agropecuária da América Latina.

É autor de três livros: Porto Alegre: A Modernidade Suspensa (2010); Pirataria aqui, não (2004) e Ninguém vive sem política (2002).

Adeli é reconhecido por diversos setores da sociedade, sendo homenageado com uma vasta coleção de troféus e honrarias, como: Título Amigo dos Hoteleiros do Estado (2002); Mérito Político do Prêmio Líderes e Vencedores (2003); Carrinho AGAS (2003), Mérito Lojista (2010), Troféu Semear do Sindec/POA (2011); Troféu amigo do trabalho da Construção Pesada (2012); Comenda Dom Pedro II (2012) e Creci-RS 50 anos (2012), entre outros.

 

Vida Partidária

partidoUm dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, a vida política de Adeli Sell se confunde com a história e a construção da legenda. Com ativa participação no fortalecimento do partido ao longo de mais de três décadas, Adeli assumiu diversas tarefas partidárias. Participou por 15 anos da Executiva Estadual e integrou, por duas gestões, o Diretório Nacional do PT. Foi membro do Conselho Fiscal do Diretório Nacional e presidente do Partido dos Trabalhadores em Porto Alegre.

 

Câmara Municipal de Vereadores

camara

Desde 1997, quando assumiu pela primeira vez na Câmara Municipal, Adeli criou e apresentou leis com o objetivo de atender os interesses da população e melhorar a vida na comunidade. Luta diuturnamente pelas causas da cidade que ele conhece bem. E tem vencido na defesa dos interesses da população porto-alegrense.

Com posição marcante na Câmara Municipal, presidiu por dois momentos a Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul (Cefor) e uma CPI que cassou a vereadora Ana Maria Nagroni; integrou Mesas Diretoras e assumiu a vice-presidência da Casa em 2009.

Também foi membro das Comissões de Cultura, Esporte e Juventude (Cece), Defesa do Consumidor e Direitos Humanos (Cedecondh) e de Constituição e Justiça (CCJ) e presidiu, por duas gestões, a Escola do Legislativo Julieta Battistioli.

Apoia diversas lutas que visam garantir a plena cidadania dos moradores de Porto Alegre, defendendo investimentos sociais, melhorias nos serviços, transporte coletivo, limpeza urbana e campanhas pela cidadania e de amor pela Cidade. Suas ações procuram garantir direitos e ao mesmo tempo comprometer o cidadão com os deveres para com a cidade.

Para Adeli, a vereança não é apenas o espaço de propor leis, mas de revisá-las e revogá-las, quando inócuas ou ultrapassadas. É muito mais que fiscalizar o Executivo, é o lugar da demanda do cidadão que não consegue acessar a Prefeitura. É estar em contato direto com a população.

 

Secretária Municipal da Produção Indústria e Comércio (SMIC)

smic

De janeiro de 2003 a abril de 2004, período em que esteve à frente da Secretaria Municipal da Produção Indústria e Comércio, Adeli Sell enfrentou inúmeros desafios com ousadia, ética e coragem. Ficou conhecido como “Xerife sem Armas”. Regulou o comércio da cidade e fortaleceu sua economia atraindo novos empreendimentos.

Combateu a pirataria, a falsificação, o contrabando, acompanhando todas as ações fiscalizadoras; criou redes de cooperação, agilizou o processo interno da Smic e pôs fim ao esquema de vendas de alvarás.

Batalhou pela qualificação de pessoas sem emprego formal combinando sistemática fiscalização e formação, oferecendo cursos e linhas de crédito, promovendo mudança cultural: uma revolução no Centro da cidade com consequências positivas.

Organizou uma força tarefa (participaram várias Secretarias e a Brigada Militar) para combater as ilegalidades e impedir que a burocracia facilitasse o funcionamento de estabelecimentos nocivos à sociedade.

Desobstruiu as calçadas tomadas por todo o tipo de bancas com óculos, CDs, DVDs falsificados. Retirou cavaletes e regulamentou a colocação de mesas externas dos bares. Essas operações auxiliaram nas investigações contra o crime organizado em que a falsificação de produtos ou o contrabando são apenas a ponta do Iceberg das redes de distribuição de drogas, armas e até mesmo de exploração sexual.

As apreensões de 2003 foram impressionantes:

  • 70 mil CDs
  • 20 mil carteiras de cigarro
  • 4.500 relógios de pulso
  • 8 mil unidades de bebidas alcoólicas
  • milhares de materiais ópticos foram destruídos
  • roupas e tênis doados a instituições de ação social.

 

 

Av. Loureiro da Silva, 255/265

Porto Alegre - RS

Fone (51) 3286-5869

Fone (51) 3226-4313

Celular (51) 9933-5309

[email protected]

Desenvolvido por EagleTD